Importância do Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC) para a igreja, para as famílias e para os adolescentes

O Santuário São Camilo de Lellis, no Rio de Janeiro, celebrou nos dias 4 e 5 de fevereiro, o Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC). O encontro foi organizado com o apoio dos jovens da Paróquia Sangue de Cristo que se destacaram pela organização, doação e espírito vivo de comunidade cristã. Mas, também, destacamos o trabalho incansável de nossos paroquianos, entre eles, jovens, casais e movimentos pastorais de nossa comunidade.

O EAC tem uma enorme importância para a igreja, para os adolescentes e para as famílias destes, pois é um momento de acolhimento, entrosamento, recreação e muita oração, visando um acompanhamento posterior.

Para a igreja, o encontro oferece um espaço para os que saem da Catequese, enquanto não alcançam a idade da Crisma. Este encontro surgiu através de uma inspiração Divina, quando jovens da paróquia, e catequistas da crisma organizaram o primeiro encontro, baseado no ECC e no EJC. Os encontros, sejam de catequese, EAC ou até mesmo uma preparação para, posteriormente, receber o sacramento da Crisma, fixam os jovens no caminho de Jesus.

Agrademos a Deus por esta vitória! O santuário São Camilo ficou marcado no coração e nas mentes de nossos encontristas. Parabéns comunidade camiliana pelo cuidado com nossos adolescentes.

Pe. Fábio Eduardo Pinto

02 01 03

Festa da Imaculada Conceição

No dia 08 de dezembro, a Igreja celebra a solenidade da Imaculada Conceição.

Este dia é de grande importância para os Camilianos, pois São Camilo e os primeiros companheiros professaram os seus votos religiosos.

Assim, nessa data todos os religiosos de votos perpétuos renovam por devoção seus compromissos religiosos de serviço aos doentes e sofredores.

Comunidades Camilianas de São Paulo reuniram-se para celebrar e renovar seus votos na Capela do Recanto São Camilo. Crédito: Cristiano Albano

Comunidades Camilianas de São Paulo reuniram-se para celebrar e renovar seus votos na Capela do Recanto São Camilo. Crédito: Cristiano Albano

Comunidade do Rio de Janeiro renovando seus votos no Santuário São Camilo.

Comunidade do Rio de Janeiro renovando seus votos no Santuário São Camilo.

Pe. Francisco Valdemiro da Comunidade do Macapá renovando seus votos religiosos.

Pe. Francisco Valdemiro da Comunidade do Macapá renovando seus votos religiosos.

XIII Congresso Diocesano de Pastoral da Saúde e Evangelização – Diocese de Cachoeiro de Itapemirim – ES

No domingo, 25/09, aconteceu o XIII Congresso Diocesano de Pastoral da Saúde e Evangelização. Aproximadamente 200 pessoas se reuniram neste domingo no Auditório Pe. Sanzio Cicatelli, no Centro Universitário São Camilo-ES, para participarem do evento.

Com grande presença das paróquias da Diocese de Cachoeiro de Itapemirim – ES, o público desfrutou de um dia de muita informação, reflexão e descontração. Iniciando o congresso, o Vice-Reitor do Centro Universitário São Camilo e Coordenador Diocesano da Pastoral da Saúde Padre Américo Pinho de Cristo deu as boas-vindas e acolheu a todos. Nosso Bispo Diocesano Dom Dario Campos fez a primeira explanação do dia. Levantando a “bandeira” da ética na Pastoral, Dom Dario explicou a importância de saber compreender o enfermo e a sua situação.

“É preciso entender que nem sempre é possível ficar o dia inteiro na casa da pessoa. Esse doente pode estar com dor, querendo descansar ou até mesmo um pouco a sós com Deus. O próprio nome já diz: “visita”. O importante é esta pessoa saber que, caso ela precise, ela tem com quem contar”. (Dom Dario)

O Padre Andherson Franklin, Coordenador Diocesano das Pastorais Sociais, ressaltou a importância dos voluntários das pastorais, pois os leigos “são os olhos e os ouvidos das paróquias, chegando até onde nem mesmo os próprios padres conseguem chegar”.

Falando ao público em dois momentos, a professora Magali Paraguassu Posse colocou muita emoção nas palavras ao dar seu testemunho de vida, contanto um pouco da sua trajetória. Integrante do quadro de educadores do Centro Universitário São Camilo, a prof.ª Magali também frisou o quanto a ética é primordial na Pastoral da Saúde. É com ela (a ética) que o leigo voluntário deve se apegar e tê-la como diretriz.

Pe. Américo Pinho de Cristo

caci

Encontro Vocacional Camiliano

O segundo encontro vocacional deste ano de 2016, aconteceu com o tema: “Respondendo a minha vocação, assumindo a Vida Religiosa Consagrada Camiliana”. Foi a comunidade São Pio X que acolheu os jovens em discernimento durante três dias; de 28 a 30 de outubro.

Nestes dias, os jovens puderam experimentar o estilo de vida camiliano, através da participação na vida comunitária: orações, serviços comunitários, pastoral juntos aos doentes, reflexões vocacionais e momentos de fraternidade. Os participantes do encontro estavam abertos a conhecer e acolher a vontade de Deus em suas vidas e por isso o encontro aconteceu em clima de oração, engajamento e fraternidade.

Sabemos que os jovens de nosso tempo necessitam de ambientes de acolhida, de oração e experiência com o carisma próprio de nosso instituto religioso. Acreditamos que um encontro vocacional não é um momento de encontro com ideias e fantasias sobre a vida consagrada, mas um encontro com a realidade, bela e desafiadora. O encontro os conduziu a conhecer os ideais carismáticos e mostrou a realidade que temos hoje. Os jovens voltaram para suas casas animados a responder livremente ao chamado de Deus.

Que São Camilo interceda a Deus pela vida de todos os jovens em discernimento vocacional, suscitando neles um amor sempre presente a Cristo e aos doentes, sobretudo aos mais pobres e necessitados.

Equipe do serviço de animação vocacional camiliano

encontro-vocacional-2

Encontro Anual de Formandos e Formadores 2016

O Encontro Anual de Formandos e Formadores da Província Camiliana Brasileira, ocorreu nos dias 14, 15 e 16 de outubro de 2016, na cidade de Descalvado/SP.

Estiveram presentes nesse encontro todos os formandos e padres formadores das casas de formação do Brasil (Fortaleza/CE, São Paulo/SP, Pinhais-PR e Belo Horizonte/MG). Foram três dias de convivência, oração, descanso e principalmente interação entre os formandos e formadores das várias regiões do Brasil.

Durante os três dias, foram realizadas várias atividades cujo objetivo foi o de proporcionar a interação entre formandos e formadores e também atividades que permitissem um descanso restaurador. Entre as várias atividades assumidas durante o fim de semana, podemos ressaltar os momentos de oração, atividades esportivas, dinâmicas de convivência como a caça ao tesouro e a noite cultural.

Durante esse encontro, rendemos nossos louvores a Deus e agradecemos todos os padres formadores da nossa província (Padre Ariston- Fortaleza, Padre Mateus e Zaqueu- São Paulo, Padre Clair- Belo Horizonte e Padre Gilmar- Pinhais) e, também, de todos os animadores vocacionais representados pelo Padre Geovani Antônio Dias, e de todos religiosos representados pelo Padre Gildésio, que com carinho e ânimo dedicam suas energias e experiências da melhor forma possível no processo formativo.

Que nesse ano da misericórdia e em especial nesse mês missionário, o Espírito Santo de Deus conduza cada vez mais todos os nossos formandos e formadores na missão de doarem suas vidas ao cuidado dos enfermos nessa escola de caridade iniciada por São Camilo. Saúde e paz a todos. ­

POSTULANTE ALDAIR JOSÉ MARTINS SOUZA.

Com Vocação: no caminho da misericórdia

As vocações, dom do amor de Deus. A fonte de todo amor perfeito é Deus, e “Deus é Amor: aquele que permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele.”

                                (1 Jo 4,16)

Estamos no mês vocacional, no qual, celebramos as vocações, ao ministério ordenado: diáconos, padres e bispos; vocação matrimonial; vocação à vida consagrada; vocação dos leigos. Em consonância, celebramos com jubilo, o Ano Santo da Misericórdia. Tudo isso para fortalecer nossa fé e esperança num Deus que nos ama imensamente.

Cada pessoa é chamada a uma vocação. Deus através de seu infinito amor nos chama, e através da liberdade que nos foi dada por Ele, cabe a cada um dar uma resposta sem meios termos: sim ou não. É importante que essa resposta seja dada com sinceridade e convicção, tendo em mente a fidelidade e a responsabilidade para seguir o caminho da forma que escolher, honrando a resposta dada.

A vocação nasce, cresce e é cultivada na Igreja, como esta no subsídio lançado pela CNBB para este mês vocacional. Neste intuito, a Igreja Particular de Osasco realizou, neste último final de semana, mais uma feira vocacional denominada “COMVOCAÇÃO: festa em prol das vocações sacerdotais.” O maior evento do Brasil em prol das vocações foi realizado com louvor, celebrando o amor e as novas vocações, tendo em vista uma nova geração de jovens e famílias católicas que sigam a Deus pelo chamado à santidade. Com isso, os CAMILIANOS não poderiam perder a oportunidade de mostrar seu trabalho pela construção do reino, através do enfermo.

Segundo o nosso querido pastor, o Papa Francisco, “a vocação nasce do coração de Deus e germina na terra boa, na experiência do amor fraterno… nascem na oração e da oração. E só na oração podem perseverar e dar fruto.” Com isso, continuemos nossa jornada com perseverança na oração, para jamais perdermos nossa alegria de viver e a esperança de um mundo novo onde reine a justiça. Que o nosso Deus todo misericordioso nos conduza e que tenhamos muita SAÚDE E PAZ! Amém.

Por: Postulante Luan Nobre de Macedo

22 de agosto 2016, Dia da memória de N. Sra. Rainha da Paz, nosso maior exemplo de vocação.ATT00371 ATT003682