Camilianos
Notícias da Igreja
 
Durante a inauguração em 17 de junho, o bispo de Macau e presidente da Associação, dom Stephen Lee, juntamente com alguns representantes das autoridades locais, apresentou este precioso momento, elogiando a exposição e a vida de Acutis, uma figura que os
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Durante a inauguração em 17 de junho, o bispo de Macau e presidente da Associação, dom Stephen Lee, juntamente com alguns representantes das autoridades locais, apresentou este precioso momento, elogiando a exposição e a vida de Acutis, uma figura que os

Rui Saraiva – Portugal


Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) estiveram em Lamego durante todo o mês de julho. A grande celebração de despedida teve lugar em S. João da Pesqueira no passado dia 31 de julho, tendo sido nesse dia entregues à diocese de Bragança-Miranda.


 até domingo 4 de setembro.





Rui Saraiva – Portugal


Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) estiveram em Lamego durante todo o mês de julho. A grande celebração de despedida teve lugar em S. João da Pesqueira no passado dia 31 de julho, tendo sido nesse dia entregues à diocese de Bragança-Miranda.




Ouça e compartilhe



No início deste mês de agosto, os símbolos da JMJ tiveram passagens pelo ACANAC, o Acampamento Nacional de Escuteiros em Portugal e a Peregrinação Europeia de Jovens que decorreu em Santiago de Compostela.


“Revolução da Fraternidade”


 


Especial destaque para esta curta passagem em Espanha que reuniu entre os dias 3 e 7 de agosto cerca de 12 mil jovens e incluiu momentos de oração, concertos, encontros temáticos e propostas culturais, em toda a cidade de Santiago de Compostela.


Ali estiveram 55 bispos de Espanha, Itália e Portugal, 370 sacerdotes e 400 consagrados. A delegação portuguesa teve cerca de 250 participantes marcando presença oito dioceses e três movimentos juvenis.


A Peregrinação Europeia de Jovens a Santiago de Compostela teve a sua conclusão no domingo dia 7 de agosto com uma Missa que foi presidida pelo cardeal António Marto, bispo emérito de Leiria- Fátima.


O purpurado na sua homilia desafiou os jovens para uma “revolução da fraternidade”.


“Uma revolução sem armas, sem mortos nem feridos, uma revolução que parte do amor fraterno e engloba a cultura do cuidado mútuo e a cultura do encontro que faz pontes, derruba muros de divisão e estreita distâncias entre pessoas, culturas e povos” – disse D. António Marto no Monte del Gozo, em Santiago de Compostela, revela a Agência Ecclesia.


O cardeal Marto esteve em Santiago como enviado especial do Papa Francisco e assinalou que aquele encontro de jovens é um “belo exemplo” de fraternidade.


“Destes um belo exemplo de fraternidade nas ruas de Santiago” – disse o bispo emérito de Leiria-Fátima, tendo na sua homilia recordado a Encíclica “Fratelli Tutti” na qual o Santo Padre propõe que seja cultivada a virtude da amabilidade que “cria fraternidade, amizade social, solidariedade”.


No final da celebração, D. António Marto saudou os jovens despedindo-se com uma frase significativa: “até Lisboa, na Jornada Mundial da Juventude, no próximo ano”.


Símbolos preparam a JMJ 2023


Na preparação da JMJ 2023, a peregrinação dos símbolos é uma grande força motivadora. Os símbolos ao fazerem peregrinação pelas dioceses e paróquias de Portugal, colocam-se ao lado de cada um, partilhando o caminho das pessoas que os acolhem. São a presença real de uma cruz e de um ícone que já foram vistos e tocados por milhões de outros cristãos em todo o mundo.


E os símbolos não têm passado só pelos ambientes eclesiais, mas têm sido motivo de encontro, por exemplo, com os reclusos, na visita a estabelecimentos prisionais.


A cruz peregrina e o ícone mariano também têm estado em contacto com os mais frágeis visitando os idosos em lares e os doentes nos hospitais. Muito importante registar a passagem dos símbolos na visita às escolas e às universidades.


Na diocese de Bragança-Miranda a visita dos símbolos acontece num mês em que a população duplica – refere a Agência Ecclesia. Consegue, assim, chegar a novos públicos com a presença dos emigrantes.


O padre António Rodrigues, responsável do Comité Organizador Diocesano (COD) de Bragança-Miranda, disse à Agência Ecclesia que a primeira visita que os símbolos fizeram foi a uma área ardida, no Concelho de Carrazeda de Ansiães.


“A primeira mensagem que quisemos transmitir foi de apoio aos bombeiros” – afirmou o sacerdote, que coordena a visita da Cruz Peregrina e do Ícone de Nossa Senhora na diocese de Bragança-Miranda.


Após passagens pelo Acampamento Nacional de Escuteiros e pela Peregrinação Europeia de Jovens em Santiago de Compostela, a cruz e o ícone mariano ficam na diocese transmontana até domingo 4 de setembro.


Entre os momentos principais deste mês de peregrinação, o responsável pelo COD destaca a apresentação do hino da JMJ Lisboa 2023 em mirandês, que vai acontecer em Miranda do Douro no dia 13 de agosto, assim como a visita dos símbolos aos santuários diocesanos e a participação nas festas da cidade de Bragança, de Nossa Senhora das Graças, no dia 22 de agosto.


Os símbolos da JMJ serão entregues a 4 de setembro à diocese de Vila Real. 


A Rádio Vaticano e o Vatican News continuam a acompanhar a preparação da Jornada Mundial da Juventude que decorrerá em Lisboa em agosto de 2023. 


Laudetur Iesus Christus




Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 
Contato

Camilianos - Província Camiliana Brasileira

Av. Pompéia, 888 - São Paulo/SP
(11) 3863-2110

Política de Privacidade

 

“O doente – Cristo – é meu senhor e patrão”

São Camilo

Copyright © 2022 Camilianos. Todos os direitos reservados.

Camilianos