Camilianos
Notícias da Igreja
 
Igreja ajuda vítimas de inundação em Kerala, na Índia
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Igreja ajuda vítimas de inundação em Kerala, na Índia

Por conta das inundações provocadas pelas fortes chuvas de monção que continuam a submergir grandes áreas de diversos estados no sul e oeste da Índia, a Igreja está se empenhando no resgate das vítimas.


 


Pelo menos 200 pessoas morreram nas enchentes e deslizamentos por conta das incessantes chuvas que atingiram particularmente Kerala, Karnataka, Maharashtra e Gujarat. Mais de 1,2 milhão de pessoas foram atingidas.


 


Enquanto isto, chuvas pesadas atingiram Uttarakhand e Jammu, deixando nove pessoas mortas após deslizamentos. Outras cinco pessoas foram mortas em Bengala Ocidental e Orissa, estados que foram atingidas por fortes chuvas.


 


Kerala, que foi atingida por chuvas e enchentes sem precedentes que mataram ao menso 480 pessoas, também já é a pior catástrofe deste ano. O número de mortos neste estado, até segunda-feira, 12, eram de 85 pessoas. Já em Karnataka, Gujarat e Maharashtra, 116 pessoas perderam suas vidas.


 


Ainda em Kerala, 250 mil pessoas perderam suas casas e estão vivendo em 1600 campos de refugiados que incluem escolas administradas por igrejas e albergues.


 


Igreja abre suas portas a todos


Outras agências da Igreja Católica estão acomodando 45 mil pessoas em 300 igrejas que estão sendo usadas como campo de ajuda.


 


“Abrimos todas as nossas instituições para acomodar os mais necessitados de modo temporário e seguro”, disse o padre George Vettikattil que é secretário e diretor do Fórum do Serviço Social de Kerala (KSSF), que coordena os esforços de caridade de todas as 32 dioceses católicas no estado por meio das Sociedades de Serviços Sociais locais.


 


Fonte: Canção Nova


Indique a um amigo
 
Contato
 

Camilianos - Província Camiliana Brasileira


Av. Pompéia, 888 - São Paulo/SP

(11) 3863-2110
 

“Os hospitais são os nossos jardins e as nossas missões”

São Camilo

Copyright © 2019 Camilianos. Todos os direitos reservados.

Camilianos