Camilianos
Notícias da Igreja
 
Igreja no Camboja: outubro, mês missionário, mês da gratidão
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Igreja no Camboja: outubro, mês missionário, mês da gratidão

"Neste mês de outubro, dedicado à Igreja missionária, nossos corações estão cheios de gratidão. Este é o mês da gratidão. Somos gratos a Deus por seu amor e por seus dons. A gratidão é a fonte da missão", disse o vigário apostólico de Phnom Penh, dom Olivier Schmitthaeusler (MPE), em seu retorno da igreja de Kampong Cham (no leste do Camboja), onde no dia 1º de outubro, festa de Santa Teresa de Lisieux, Padroeira das Missões, foi realizada uma solene Eucaristia para a posse do novo prefeito apostólico de Kampong Cham, dom Pierre Suon Hangly, o primeiro bispo nativo do Camboja.


O prefeito sucede dois missionários, padre Bruno Cosme, administrador apostólico nos últimos três anos, e padre Antonysamy Susairaj, prefeito apostólico durante 22 anos. Dom Schmitthaeusler organizou uma missa de ação de graças para ser presidida por Dom Ly em sua paróquia natal, no Vicariato de Phnom Penh.


A celebração de posse em Kampong Cham contou com a presença do núncio apostólico dom Paul Tschang In-Nam, bispos cambojanos e laocianos, 60 sacerdotes das três circunscrições eclesiásticas do Camboja (o Vicariato Apostólico de Phnom Penh e as Prefeituras Apostólicas de Battambang e Kampong Cham), religiosos e religiosas, e uma grande assembleia de fiéis.


Evangelizar as minorias étnicas


"Este é um evento histórico para a Igreja local, é um passo importante. É uma grande alegria para a comunidade cambojana", comentou padre Bruno Cosme, que governou a Prefeitura onde há um total de 21 padres, incluindo cambojanos, missionários do PIME (Pontifício Instituto para Missões Estrangeiras), missionários Lazaristas e de Mill Hill, sacerdotes coreanos, italianos e indianos, assim como dois padres fidei donum, um equatoriano e um francês.


O novo prefeito apostólico disse à assembleia: "Meu primeiro desejo é conhecer bem a Igreja e o território. Nós nos reuniremos todos os meses, rezando juntos. Há muitos sacerdotes e religiosos prontos para me ajudar com esta nova missão. Em seguida, gostaria de ajudar a Prefeitura a evangelizar nas províncias onde existem minorias étnicas, como em Rotanah Kiri, levando o primeiro anúncio de Cristo".


Nascido em 1972, o novo bispo foi ordenado sacerdote em 2001, em Phnom Penh. Estudou em Paris de 2007 a 2015 e retornou ao Camboja em julho de 2015 como pároco de Phnom Penh Thmey, antes de tornar-se delegado do Vicariato de Phnom Penh e depois Superior do seminário local.


Da gratidão a Deus brota a nossa missão






O bispo Schmitthaeusler aproveita a oportunidade deste evento para voltar ao tema da gratidão, central para este mês de outubro: "Somos gratos a Deus por este dom. Agora temos um novo bispo cambojano, alguns meses depois de um novo padre nativo Jean-Baptiste Bun Prak Hong, o décimo. É uma alegria para a Igreja local que está crescendo com pequenos passos. Somos gratos pela presença dos missionários que nos ajudaram no passado e que ainda hoje nos acompanham no caminho em direção ao Reino de Deus."


"Somos gratos a Deus e aos braços dos voluntários, nos quais Ele se faz presente, por todas as obras de caridade que a Igreja realiza. Da gratidão a Deus brota a nossa missão. Fomos ‘misericordiados e salvos’, pela iniciativa de Deus: vivemos cheios e sustentados pela alegre gratidão a Ele: isto é evangelizar. Se Cristo morreu e ressuscitou por nós, nossos corações anseiam por viver com Ele e para Ele", prossegue o bispo.


"A gratidão é, afinal de contas, uma manifestação de amor que vem do próprio Deus. Agradecemos a Deus pelos dons que Ele nos dá ao longo de nosso caminho, que percorremos com um espírito aberto às surpresas de Deus e confiando em sua Providência. Só isso podemos proclamar e testemunhar. Neste espírito, vivemos o Mês missionário. Na oração que é relação com o Senhor, na fraternidade e na caridade que é relação com o próximo".


(com Fides)






Fonte: Vatican News

Indique a um amigo
 
Contato

Camilianos - Província Camiliana Brasileira

Av. Pompéia, 888 - São Paulo/SP
(11) 3863-2110

Política de Privacidade

 

“Cada um considere o pobre como a pessoa de Cristo e esteja pronto a servi-lo com afeto de mãe”

São Camilo

Copyright © 2022 Camilianos. Todos os direitos reservados.

Camilianos