Camilianos
Notícias da Província
 
19.Jul - BRASIL: INSTITUIÇÕES CATÓLICAS DE SAÚDE SE UNEM PARA ENFRENTAR DESAFIOS DE SUSTENTABILIDADE E FIDELIDADE NA MISSÃO
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
BRASIL: INSTITUIÇÕES CATÓLICAS DE SAÚDE SE UNEM PARA ENFRENTAR DESAFIOS DE SUSTENTABILIDADE E FIDELIDADE NA MISSÃO

Pela primeira vez no país, entidades católicas que administram unidades de saúde se reuniram num evento focado em debater questões relacionadas ao setor, preocupadas com a questão da sobrevivência, sustentabilidade e missão na área. Estamos falando do I Congresso Brasileiro de Instituições Católicas de Saúde (16 a 18 de julho/2018), na sede da Arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ).


Este evento buscou a integração e fortalecimento das instituições católicas de Saúde Brasileiras, a troca de conhecimento e a formulação de propostas para sustentabilidade e a excelência em gestão, sem abrir mão do objetivo primordial de manter viva a missão assistencial junto aos mais necessitados. Estiveram presentes neste histórico evento, mas de 400 representantes das áreas de gestão das instituições católicas de saúde brasileiras, religiosos e diretores e gerentes dessas organizações. O objetivo principal foi o unir forças e iniciar um processo colegiado de tornar as instituições católicas de saúde sempre mais cooperativas, sustentáveis e alinhadas com os valores cristãos e evangélicos. 


Neste evento, foi oficializada a criação da ABICS – Associação Brasileira de Instituições Católicas de Saúde, que doravante deverá coordenar todos os esforços, de união, cooperação e fortalecimento das entidades católicas de saúde no Brasil. Outra iniciativa importante foi a apresentação do I Censo das Instituições Católicas de Saúde.  Doravante esta associação buscará ter um papel importante no processo de cuidar destas instituições, da sua missão, carisma, identidade cristã, preservação dos valores éticos cristãos e católicos nos cuidados de saúde, profissionalismo e sustentabilidade econômica, entre outras áreas vitais destas instituições.                                


Para o Cardeal Orani Joao Tempesta, presidente de Honra do Congresso, “O I Congresso Brasileiro de Instituições Católicas de Saúde vem em comunhão às diretrizes do Santo Papa Francisco para a ´necessidade crescente de profissionalismo, transparência, controles, economicidade, prestação de contas e auditorias nas congregações católicas´. Sempre mantendo o compromisso evangélico de assistência aos mais necessitados, nossas unidades de saúde precisam estar abertas à colaboração de técnicos, com projetos comuns e de partilha de boas práticas profissionais.  Estamos certos de que, somente com a nossa união, poderemos enfrentar melhor os desafios que se apresentam e atingir os objetivos em comum na promoção da assistência médica voltada ao Ser Humano”.


O Papa Francisco, esteve representado neste evento pelo Cardeal Peter A. Turkson, prefeito do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, que ministrou a palestra magna, na abertura dos trabalhos.   O Cardeal Turkson, expressou sua alegria por estar presente no evento, agradeceu pelo convite e falou a respeito da identidade e missão do novo Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral e o futuro do atendimento de saúde católico.


Após comentar a respeito dos principais desafios que enfrentam hoje as instituições de saúde católicas (desumanização dos cuidados, mentalidade empresarial visando lucro e transformando tudo em commodity, utilitarismo e relativismo ético, questões de bioética ligadas a pesquisa, entre outros), o Cardeal Turkson, lembrou as prioridades da presença católica no âmbito da saúde, a partir das Diretrizes Éticas e religiosas para os serviços de Cuidados de Saúde Católicas da Conferência Episcopal Norte-americana.  Diz o Cardeal que “as Diretivas destacam o dever de defender a sacralidade e a dignidade da vida humana, o atendimento dos pobres e marginalizados, contribuir para o bem-comum, exercer a administração responsável dos recursos, defender os direitos de consciência e proporcionar atendimento que responda às necessidades holísticas da pessoa”.  E concluiu sua palestra afirmando que” desde o início, a Igreja tem sempre se empenhado no atendimento especial aos enfermos e às pessoas que sofrem. Ao longo dos séculos, o atendimento de saúde católico tem testemunhado e respondido a esta missão, através de seus membros e instituições. Em suas próprias comunidades existem indivíduos e grupos que se destacam como exemplos brilhantes para as gerações presentes e futuras”.


O Superior Geral da Ordem dos Camilianos, Padre Leo Pessini, ministrou no evento a palestra Filantropia como Missão. Para o religioso, não há fórmula mágica para resolver a complexa equação entre responsabilidade social e sustentabilidade econômica. “Vivemos em meio a uma economia de mercado sem coração, sem rosto, que descarta facilmente os que menos têm e mais necessitam de cuidados de saúde, como insistentemente vem nos lembrando o Papa Francisco. Estamos diante de uma realidade que exige competência e sensibilidade humana, ética e evangélica, aliada a uma competência profissional empresarial de como administrar estas instituições”, explica.


O I Congresso Brasileiro de Instituições Católicas de Saúde foi organizado pela Arquidiocese do Rio de Janeiro, pelo Hospital São Francisco na Providência de Deus, Ambulatório da Providência, Casa de Saúde São José e Hospital São Vicente de Paulo.  Além do surgimento da ABIC – Associação brasileira de instituições Católicas de Saúde, neste Congresso, foi anunciado pelo Frei Francisco Belotti, Presidente da Fraternidade São Francisco de Assis na Providencia de Deus, apresentou o projeto do Barco/navio Hospital papa Francisco, que foi oficialmente lançado em 8 de dezembro de 2017 que atenderá as necessidades das comunidades ribeirinhas da região amazônica.  Falando da origem deste projeto direcionado para a região amazônica, Frei Francisco, explicou que quando da visita do Papa no Rio de janeiro, em 2013, por ocasião da Jornada mundial da Juventude, ao apresentar o Hospital da Penitencia, o Papa perguntou:” Vocês estão na Amazônia?” E o Frei respondeu, “não, e o papa emendou “então devem ir” ... e atendendo a esta solicitação do Papa Francisco, de sair, de ir ao encontro as pessoas nas periferias geográficas, em 2014 a sua organização assumiu o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Óbidos-Pará. Em 2015, assumiu o Hospital 9 de abril em Juruti - Pa, que fica à beira do Rio Amazonas. E agora este novo projeto do Barco/Navio Hospital Papa Francisco (investimento inicial com o barco de US 5 milhões de dólares) que em breve estará em funcionamento, e que atenderá potencialmente mais de 700 mil pessoas em 12 municípios e mais de mil comunidades da Bacia amazônica.  


Hoje não podemos mais estarmos presente na área da saúde isolados, ou sozinhos. Simplesmente não sobrevivermos, não temos futuro.  Frente a um mundo e cultura sempre mais globalizada, plural, indiferente e não menos hostil aos valores evangélicos, precisamos estarmos unidos e em comunhão não somente por uma necessidade de sobrevivência digna (sustentabilidade econômica), mas principalmente pela defesa e anuncio da boa nova do cuidado e solidariedade samaritana.  Ousadia, criatividade e inteligência do coração necessitam se tornar operantes e protagonistas no desenhar uma nova realidade de esperança para a área institucional católica de saúde brasileira.


Fonte: Leo Pessini

Indique a um amigo
 
Contato
 

Camilianos - Província Camiliana Brasileira


Av. Pompéia, 888 - São Paulo/SP

(11) 3863-2110
 

“Nada nos une mais a Deus do que a caridade”

São Camilo

Copyright © 2019 Camilianos. Todos os direitos reservados.

Camilianos