Dez curiosidades sobre a devoção ao Sagrado Coração de Jesus

'Queridos jovens, convido-os a preparar-se, na escola do Coração de Cristo, para confrontar com confiança os compromissos que os esperam no percurso da vida', disse São João Paulo II.

Notícias da Igreja

04.06.2024 | 4 minutos de leitura

Dez curiosidades sobre a devoção ao Sagrado Coração de Jesus

A seguir, confira dez curiosidades sobre a grande devoção ao Sagrado Coração de Jesus:

 

1. O simbolismo da imagem representa o imenso amor de Cristo por nós

Santa Sé autoriza abertura do processo de beatificação de freira portuguesa

O Sagrado Coração de Jesus aparece com uma cruz, espinhos e uma chama de fogo fazendo referência ao imenso amor de Cristo pela humanidade e que o demonstrou na cruz. Tem uma ferida no lado devido à lança do soldado romano.

 

2. É uma tradição muito antiga

A tradição apostólica do Coração de Cristo provém desde os primeiros séculos. Santo Agostinho (+430), padre e doutor da Igreja, um dia escreveu que são João, que deitou a cabeça sobre o peito de Cristo durante a última ceia, bebeu os “segredos sublimes das profundidades mais íntimas do Coração de Nosso Senhor”.

 

3. São Thierry e Santa Clara de Assis foram muito devotos

Na idade Média, são Thierry (+1148) ensinava que era importante “entrar plenamente no Coração de Jesus, no Santo dos Santos”. Enquanto santa Clara de Assis (+1253) saudava muitas vezes ao dia o Sagrado Coração no Santíssimo Sacramento.

 

 

4. O hino mais antigo dedicado ao Sagrado Coração é chamado “Summi Regis Cor Aveto”

O hino mais antigo ao Sagrado Coração do Jesus é o “Summi Regis Cor Aveto”, em suas primeiras letras fala sobre a saudação que alguém faz ao coração do rei altíssimo. Considera-se que é obra de Herman Joseph (+1241), de Colônia (Alemanha).

 

5. Há santos que também tiveram visões desta devoção

Há vários santos que tiveram visões sobre o Coração de Jesus: santa Lutgarda (+1246), santa Matilde (+1298), santa Angela de Foligno (+1309), santa Juliana de Norwich (+1416), santa Verônica Giuliani (+1727).

 

 

6. Santa Gertrudes, a Grande propagou a devoção ao Sagrado Coração

Santa Gertrudes, a Grande (+1302) foi uma das grandes difusoras da devoção ao Coração de Jesus. Em uma das aparições, a santa repousou sua cabeça sobre a chaga do lado do Senhor e escutou o divino coração palpitar. Depois, perguntou a são João por que não relatou isto em seu evangelho e o apóstolo lhe respondeu que esta revelação estava reservada para outros tempos, quando o mundo precise ser reavivado no amor.

 

7. Santa Margarida Maria Alacoque recebeu uma mensagem do próprio Cristo

Santa Margarida Maria Alacoque (+1690) recebeu a seguinte missão de Jesus: “Peço que na primeira sexta-feira depois da oitava de Corpus Christi, se celebre uma Festa especial para honrar meu Coração, e que se comungue nesse dia para pedir perdão e reparar os ultrajes por ele recebidos durante o tempo que permaneceu exposto nos altares”.

 

8. Várias encíclicas falam do Coração de Jesus

Depois da extensão oficial da festa do Sagrado Coração para toda a Igreja a pedido do papa Pio IX em 1856, foram escritas as seguintes encíclicas sobre o Coração de Jesus: “Annum Sacrum”, de Leão XIII, “Miserentissimus Redemptor”, de Pio XI, e “Haurietis Aquas”, de Pio XII.

 

9. A festa do Imaculado Coração de Maria é celebrada um dia depois

A festa do Imaculado Coração de Maria é celebrada no dia seguinte à solenidade do Sagrado Coração de Jesus, foi estabelecida assim pelo papa Pio XII em 1944, porque estes dois corações são inseparáveis.

 

10. No mesmo dia do Sagrado Coração é realizada o Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes

São João Paulo II tinha muito carinho pelo Sagrado Coração de Jesus e ordenou que na festa do divino coração fosse realizado o Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes. Do mesmo modo, declarou que a festa do Imaculado Coração de Maria seria obrigatória em toda a Igreja universal.

 

 

 

Fonte: acidigital

Fotógrafo: Reprodução de imagem ilustrativa em site ACI Digital.